Elliott Smith
Strung Out Again



Leituras Recomendadas:


The Bible According to Mark Twain
+
Animal Behavior






a causa foi modificada
alexandre soares silva
estado civil
joão pereira coutinho
melancómico
voz do deserto



100nada
a aba de heisenberg
a origem das espécies
a sexta coluna
achoeu
adufe
amor em part-time
blogame mucho
bomba inteligente
contra a corrente
daltonic brothers
fábrica lumière
homem a dias
mar salgado
marretas
papoila procria
posto de escuta
a praia
quase famosos
rititi
senhor carne
theoldman








cinecartaz
guardian film
rotten tomatoes
nytimes movies
the film file
sight&sound
all story
filmfestivals.com
faber&faber film
eternal gaze
cineguia
icam



<








This page is powered by Blogger. Isn't yours?


quinta-feira, dezembro 09, 2004


Sobre doçura e malvadez, e suas relações com o conhecimento


As pessoas boas, leia-se de bom íntimo, de boa fé e boas amizades, acabam sendo mais inteligentes do que as pessoas más. Não são questões genéticas, não vem impresso no código humano. Tão pouco se trata de maior ou menor capacidade cognitiva. Cultura geral, compêndios mentalmente arquivados, debates acesos na tertúlia dos sempre iguais, nada disto se torna esclarecimento para tal aumento no intelecto. Resume-se tudo, e apenas, a uma questão de abertura. Como tudo na vida.








Google
WWW A Origem do Amor