Elliott Smith
Strung Out Again



Leituras Recomendadas:


The Bible According to Mark Twain
+
Animal Behavior






a causa foi modificada
alexandre soares silva
estado civil
joão pereira coutinho
melancómico
voz do deserto



100nada
a aba de heisenberg
a origem das espécies
a sexta coluna
achoeu
adufe
amor em part-time
blogame mucho
bomba inteligente
contra a corrente
daltonic brothers
fábrica lumière
homem a dias
mar salgado
marretas
papoila procria
posto de escuta
a praia
quase famosos
rititi
senhor carne
theoldman








cinecartaz
guardian film
rotten tomatoes
nytimes movies
the film file
sight&sound
all story
filmfestivals.com
faber&faber film
eternal gaze
cineguia
icam



<








This page is powered by Blogger. Isn't yours?


segunda-feira, janeiro 10, 2005


Também me gusta mucho


O besugo percorre os labirintos da língua portuguesa para afirmar que este blogue mesmo quando é pueril é bom. Peca por excesso de termos na frase. Basta: é bom ponto. Ou, no caso de não querer alterar a dimensão da proposição, poderá escrever: este blogue é mesmo muito bom. Porque, verdade seja dita, melhor e mais bonito que este não há. Possível será, ainda, usar esta forma: o gajo é completamente pueril, mas o blogue, ai o blogue, esse é mesmo muito bom... E bonito. As reticências são o mais importante na frase.








Google
WWW A Origem do Amor